O que é e como o PIX vai impactar o mercado de estacionamento?

O que é e como o PIX vai impactar o mercado de estacionamento?

Explicando o antes e depois da chegada da tecnologia de pagamento PIX, suas vantagens e seu impacto no mercado de estacionamento.

Explicando o antes e depois da chegada da tecnologia de pagamento PIX, suas vantagens e seu impacto no mercado de estacionamento.

 

Como funciona hoje?

Um dos maiores problemas dos estacionamentos e valets sempre foi a questão de cobrança e recebimentos dos clientes. 

Em um mercado defasado de tecnologias e com o gerenciamento imaturo, poucas empresas do ramo possuem funcionalidades para oferecer praticidade de recebimento para seus clientes.

Por questões de sonegação, despesas das taxas de cartão, recebível em dias posteriores e até comodidade pela exclusividade na localização do ponto, a maioria dos estacionamentos preferem não agregar valor em seus serviços de estacionamento oferecendo soluções que facilitem o meio de pagamento dos clientes.

Ultimamente isso tem mudado com a chegada dos POS, com o aumento da oferta de soluções mais práticas como os PDV ou POS de bancos, menores taxas de cartões e soluções como Sem Parar, Connect Car e Veloe.

Além do aumento da demanda pelos motoristas por estacionamentos que aceitem meios de pagamento como débito e crédito. Aceitar cartão se tornou um diferencial competitivo.

Outro problema grande que os estacionamentos enfrentam é lidar com a cobrança desgastante e inadimplência dos mensalistas.

Sem soluções que oferecem essa cobrança integrada com o sistema de gestão, o problema é resolvido procurando soluções separadas das soluções de gestão como máquinas de cartão de crédito ou outros sistemas para envio de boletos como os próprios portais dos bancos, o que dificulta a gestão unificada das operações do negócio

Entre tantas dificuldades, as soluções disponíveis no mercado de cobrança sempre envolveram boleto, máquina de cartão de crédito ou débito e o famoso dinheiro em espécie. 

Entre tantas novidades, surge uma tecnologia totalmente disruptiva: o PIX.

 

O que é o PIX?

O PIX é o apelido dado pelo Banco central para a tecnologia criada por ele mesmo que é o SPI ( Sistema de pagamento Instantâneo). Segundo o BACEN, o PIX é:

Pagamentos instantâneos são as transferências monetárias eletrônicas na qual a transmissão da ordem de pagamento e a disponibilidade de fundos para o usuário recebedor ocorre em tempo real e cujo serviço está disponível durante 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias no ano. As transferências ocorrem diretamente da conta do usuário pagador para a conta do usuário recebedor, sem a necessidade de intermediários, o que propicia custos de transação menores.”

Com isso, o estacionamento economiza muito em taxas por transações, recebe o dinheiro na conta em até 10 segundos e não dependerá de PDV de banco para receber o pagamento. 

De qualquer smartphone android ou tela de computador, com a leitura do QR Code através do aplicativo do banco do cliente, o pagamento será feito.

Além de receber, o PIX permitirá o envio de dinheiro para outras contas com velocidade e valores muitos menores que TED e DOC, por exemplo.

Por ser muito recente, ainda não se sabe os valores para transacionar com o PIX, mas será muito menor devido a redução de intermediários nas transações.

Além dessa grande praticidade para o dono do estacionamento e para os seus clientes, existe um grande problema para os fornecedores de tecnologia.

Essa tecnologia nova vai exigir uma mudança rápida dos fornecedores de sistema de gestão para que atualizem seus sistemas e ofereçam soluções para os estacionamentos e valets consigam sem depender de outro sistema fazer recebimentos e transferências.

No dia 05 de Outubro de 2020, foi liberado para os bancos oferecerem o cadastro das chaves do PIX para seus clientes. Segundo o site Conta Corrente

“ A chave cadastrada pelo usuário será vinculada ao número do Cadastro de Pessoa Física ou Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica(CNPJ), permitindo que o consumidor envie e receba dinheiro informando o telefone, e-mail ou CNPJ/ CPF” 

O PIX será lançado dia 16 de Novembro antes da Black Friday e todos os bancos com mais de 500 mil clientes vão ser obrigados a oferecer PIX. Significa uma grande adesão no curto período de tempo.

 

E quais mudanças, o PIX trará para o mercado de estacionamento?

Sistemas antigos terão de se adaptar rapidamente. Eles terão de se integrar com o PIX que é uma tecnologia recente e oferecer telas para que o usuário pague com o QR Code com o aplicativo do banco.

Se a estrutura do sistema for muito antiga e mal feita, poderá levar muito tempo para criar a funcionalidade e poderá perder alguns clientes. Levando em consideração que o estacionamento não vai querer perder clientes que queiram usar o PIX para fazer pagamentos.

Softwares que vendem atualizações poderão sofrer uma fuga dos clientes que já indicam cansaço do modelo de pagar altos valores para atualizar os sistemas.

Os aplicativos de gestão através de smartphone ganharão destaque, pois são tecnologias mais recentes e possuem interface e praticidade de oferecer o QR Code do PIX para que o cliente faça a leitura e pague.

Essa tecnologia vai permitir fazer pagamentos de saída sem precisar de um operador de caixa. Poderá surgir sistemas que apenas com a leitura do QR Code no estacionamento e a digitação da placa já forneça o ticket de saída e assim não dependerá de guardador. Os famosos.

Contudo, o PIX veio para acelerar a adesão tanto de consumidores quanto de estacionamentos e valets a aceitar meios digitais de pagamento.

 Isso vai acelerar a informatização dos estacionamentos e forçar um amadurecimento na gestão e em facilidades tanto para quem gere o estacionamento quanto para quem consome o serviço.