Como abrir um estacionamento

Como abrir um estacionamento

Aprenda como abrir um estacionamento e dicas valiosas para ter sucesso na empreitada.

Aprenda como abrir um estacionamento e dicas valiosas para ter sucesso na empreitada.

Certamente, se você vai entrar neste mercado quer saber como abrir um estacionamento. Porém, temos a internet, e a nossa boa vontade em lhe trazer um ótimo texto explicando detalhes de como se arriscar nessa empreitada. Assim, vamos começar nosso guia de como abrir um estacionamento. Principalmente, detalhar das burocracias necessárias e contextualizar o momento certo para esse tipo de investimento no Brasil. E, finalmente, confira as nossas 3 dicas de ouro para ter sucesso como empreendedor.

INTRODUÇÃO AO MERCADO

Segundo o Conselho Nacional de Transito, o estacionamento é:

“…é parte da via sinalizada para o estacionamento de veículos, gratuito ou pago, regulamentado para um período determinado pelo órgão ou entidade com circunscrição da vida.”

No nosso caso, é especificamente um espaço reservado para vagas com um preço tabelado pelo proprietário. O valor pode ser cobrado por hora, por dia ou por mês.

Além disso, de acordo com o Sebrae, em São Paulo nascem mais carros (800 por dia) do que bebês (500 por dia).

Essa informação diz muito sobre o trânsito caótico, o que degrada a qualidade de vida da população.

Entretanto, a boa notícia é que, quando aliados a políticas e ações para melhoria da mobilidade urbana, sendo assim capazes de promover uma maior aproveitamento na organização do espaço.

O mercado de estacionamento tem volumes altos de faturamento. Segundo o Estadão, em 2019, este mercado movimentou R$15 bilhões no Brasil.

 

Verdade ou mito?

O mercado de estacionamento tem um mito que é fácil ganhar dinheiro.

Entretanto, para ser “fácil”, escolhas certas precisam ser feitas. Além de paciência, pois como qualquer negócio demora um tempo para amadurecer.

Principalmente, quando as escolhas envolvem: Mão de obra, Sistema de gestão e Localização.

Entretanto, não se pode generalizar, levando em conta que o Brasil possui uma desigualdade social e regional alta, o que varia bastante o faturamento por estacionamento.

Assim sendo, existem estacionamentos que o ticket médio é R$3,00 como em cidades do interior e até R$30,00 como nos grandes centros.

Mas vale apena abrir um estacionamento?

Infelizmente, a resposta é depende.

Entretanto, desde 2013, quando iniciou a crise financeira no Brasil, muitos terrenos ficaram sem investimentos de obra e em desuso.

Assim mais opções de lugares para abrir um estacionamento surgiram.

Ao mesmo tempo  que para abrir um estacionamento é, relativamente, um negócio sem altos custos de investimento.

Porém, reforço que o valor investido, geralmente, influencia na prestação de serviço no caso de estacionamentos.

Quando encontra uma localização com bastante comércio, certamente é uma boa oportunidade para abrir um estacionamento.

Ainda mais, se o próprio dono for operar, o que reduz os custos com mão de obra.

Mas claro, estamos levando em consideração que a pessoa não tenha outro negócio.

Burocracia

Vamos apresentar as principais etapas que você vai encarar na hora de abrir seu estacionamento.

Documentos necessários

  1. CNPJ
  2. Cópia autenticada do RG e CPF;
  3. Folha espelho do IRPF;
  4. IPTU do imóvel;
  5. Cópia do contrato de locação ou compra e venda;
  6. Alvará de funcionamento;
  7. Consultar seu contador para outros documentos específicos para sua cidade.
 

Além disso, temos que lembrar às necessidades de atender certas normas que fazem parte da legislação que protege o consumidor e legalizam o serviço prestado pelos estacionamentos.

Principalmente, contratando um profissional especializado para legalizar a empresa nos seguintes órgãos.

Acesse o site do Sebrae para mais informações do checklist, clicando aqui.

 

 

Custos para abrir e manter o estacionamento

Os custos podem ser resumidos como os gastos na produção e funcionamento do dia-dia do seu estacionamento.

Afinal, os principais pontos onde você vai gastar dinheiro são aluguel, água, luz, salários e outros gastos do processo de produção ou serviço.

Além disso, calcular e pensar seus gastos iniciais também pode resultar na necessidade de um capital de giro menor, o que facilita sua vida como empreendedor.

No site do SEBRAE, achamos uma tabela muito interessante para se ter um ideia melhor sobre esse tema tão fundamental.

Sendo assim, o Sebrae listou alguns itens de despesa de um estacionamento de pequeno porte com 2 funcionários:

Custos Fixos

  • Salários, encargos: R$ 3.500,00
  • Água, Luz, telefone e acesso à internet: R$ 450,00
  • Impostos 6% da Receita: R$ 900,00
  • Contador: R$ 950,00
  • Higiene, manutenção: R$ 300,00
  • Aluguel/segurança: R$ 2.500,00
  • Sistema de gestão: R$100,00
  • Total: R$ 8.650,00
 
 

Administração e funcionários

A administração do seu estacionamento pode ser feita por você mesmo, algum funcionário ou existe a possibilidade de contratar uma empresa para gerir o seu negócio.

No quesito tempo pessoal investido no seu negócio, certamente as duas primeiras possibilidades vão demandar muito mais dedicação da sua parte.

Além disso, mais gastos mensais com funcionários, e principalmente, responsabilidades trabalhistas, avarias e todos os problemas envolvendo a operação.

 

Terceirização da administração

Ao escolher terceirizar seu negócio, você delega diversas funções e garante soluções inteligentes para o seu negócio.

Ainda mais, garante uma padronização dos processos e garantia de alta qualidade no atendimento, passando menos tempo em função do seu trabalho.

No entanto, essa escolha deve ser feita de forma segura, para garantir o sucesso da parceria, pois pode haver redução de lucro no caso de terceirização.

Surpreendentemente, nós, da Jump Park, escrevemos um texto completo sobre como administrar a operação de estacionamento. Confira aqui!

 

Estrutura e equipamentos

Ao abrir um estacionamento, anteriormente, podíamos dizer que você ia precisar no local de um escritório com computadores com impressoras para emitir notas fiscais e para alimentar planilhas.

Assim como outro computador com impressora matricial e uma pistola de leitor de código de barra para dar entrada e saída nos veículos.

Portanto, atualmente, as tecnologias nos permitem ter menos equipamentos.

Por exemplo, não é necessário um escritório local se você pode gerenciar a distância com sistemas na nuvem.

Confira as vantagens em nosso outro texto, clicando aqui.

Então os itens mínimos para abrir um estacionamento e iniciar o atendimento dos clientes são:

  • Equipamento PDV com chip de internet;
  • Mesa;
  • Cadeira para operador;
  • Câmera para visualizar a distância;
  • Internet Wi-Fi;
  • Sinalizador sonoro de saída de veículo
 

E não precisa de um computador com nobreak, etc, se você pode gerenciar tudo com um PDV como o da Cielo Lio.

Mais informações sobre PDV ou POS, clique aqui.

E afim de, agregar valor ao seu serviço de estacionamento, consideramos estes itens:
 
  • Banheiro com privada e pia;
  • Geladeira para venda de refrigerantes e água;
  • No mínimo 02 cadeiras para os clientes;
  • Alguma área coberta
 

BÔNUS: 3 Dicas para abrir um estacionamento

Planejamento

Certamente estudar a localização pode te render uma empreitada de sucesso.

Entretanto, não pensar no longo prazo e errar na mão de obra e no sistema de gestão podem tornar seu crescimento medíocre.

Sistemas de gestão em PDV

Ao abrir um estacionamento, você precisa ter menos custos e, inegavelmente, o POS ou PDV(Ponto de venda) móvel é a melhor escolha.

A diferença de custo inicial pode girar em torno de 70% e os sistemas de gestão de estacionamento são mais modernos do que aqueles desenvolvidos no computador.

Além da redução de custo, a mobilidade no atendimento garantem melhor prestação de qualidade.

Desta forma, estacionamentos que aderiram essas inovações otimizaram processos e geraram resultados reais, construindo verdadeiros diferenciais de mercado.

Transparência

A disposição das informações de forma clara e evidente é importante para prevenir mal entendido com o cliente.
Os preços devem estar bem visíveis, número de vagas, se há existência de manobristas, período de tolerância e se possui seguro.

Evidencie o horário de funcionamento do estacionamento, ainda mais quando, eventualmente esquecem o veículo fora do horário de fechamento e ficam irritados.

Sendo assim, influencia diretamente na percepção de qualidade de prestação de serviço.

Em caso de utilização de cartões Qr Code reutilizáveis, aproveite o espaço do cartão para repetir as informações e esclarecer o mais detalhado possível como é a prestação de serviço.

Certamente, se você vai entrar neste mercado quer saber como abrir um estacionamento. E essa dúvida de como abrir um estacionamento é bastante comum. Porém temos a internet, e a nossa boa vontade em lhe trazer um ótimo texto explicando detalhes de como se arriscar nessa empreitada. Assim, vamos começar nosso guia de como abrir um estacionamento. Principalmente, detalhar das burocracias necessárias e contextualizar o momento certo para esse tipo de investimento no Brasil. E, finalmente, confira as nossas 3 dicas de ouro para ter sucesso como empreendedor.

INTRODUÇÃO AO MERCADO DE ESTACIONAMENTO

Segundo o Conselho Nacional de Transito, o estacionamento é:

“…é parte da via sinalizada para o estacionamento de veículos, gratuito ou pago, regulamentado para um período determinado pelo órgão ou entidade com circunscrição da vida.”

No nosso caso, é especificamente um espaço reservado para vagas com um preço tabelado pelo proprietário. O valor pode ser cobrado por hora, por dia ou por mês.

Além disso, de acordo com o Sebrae, em São Paulo nascem mais carros (800 por dia) do que bebês (500 por dia).

Essa informação diz muito sobre o trânsito caótico, o que degrada a qualidade de vida da população.

Entretanto, a boa notícia é que, quando aliados a políticas e ações para melhoria da mobilidade urbana, sendo assim capazes de promover uma maior aproveitamento na organização do espaço.

O mercado de estacionamento tem volumes altos de faturamento. Segundo o Estadão, em 2019, este mercado movimentou R$15 bilhões no Brasil.

 

Verdade ou mito?

O mercado de estacionamento tem um mito que é fácil ganhar dinheiro.

Entretanto, para ser “fácil”, escolhas certas precisam ser feitas. Além de paciência, pois como qualquer negócio demora um tempo para amadurecer.

Principalmente, quando as escolhas envolvem: Mão de obra, Sistema de gestão e Localização.

Entretanto, não se pode generalizar, levando em conta que o Brasil possui uma desigualdade social e regional alta, o que varia bastante o faturamento por estacionamento.

Assim sendo, existem estacionamentos que o ticket médio é R$3,00 como em cidades do interior e até R$30,00 como nos grandes centros.

Mas vale apena abrir um estacionamento?

Infelizmente, a resposta é depende

Entretanto, desde 2013, quando iniciou a crise financeira no Brasil, muitos terrenos ficaram sem investimentos de obra e em desuso.

Assim mais opções de lugares para abrir um estacionamento surgiram.

Ao mesmo tempo  que para abrir um estacionamento é, relativamente, um negócio sem altos custos de investimento.

Porém, reforço que o valor investido, geralmente, influencia na prestação de serviço no caso de estacionamentos.

Quando encontra uma localização boa com bastante comércio, certamente é uma boa oportunidade para abrir um estacionamento.

 Ainda mais, se o próprio dono for operar, o que reduz os custos com mão de obra.

Mas claro, estamos levando em consideração que a pessoa não tenha outro negócio.

Burocracia e detalhes para abrir um estacionamento

Vamos apresentar as principais etapas que você vai encarar na hora de abrir seu estacionamento. 

Documentos necessários

  1. CNPJ
  2. Cópia autenticada do RG e CPF;
  3. Folha espelho do IRPF;
  4. IPTU do imóvel;
  5. Cópia do contrato de locação ou compra e venda;
  6. Alvará de funcionamento;
  7. Consultar seu contador para outros documentos específicos para sua cidade.
 

Custos para abrir e manter o estacionamento

Os custos podem ser resumidos como os gastos na produção e funcionamento do dia-dia do seu estacionamento.

Afinal, os principais pontos onde você vai gastar dinheiro são aluguel, água, luz, salários e outros gastos do processo de produção ou serviço.

Além disso, calcular e pensar seus gastos iniciais também pode resultar na necessidade de um capital de giro menor, o que facilita sua vida como empreendedor.

No site do SEBRAE, achamos uma tabela muito interessante para se ter um ideia melhor sobre esse tema tão fundamental.

Sendo assim, o Sebrae listou alguns itens de despesa de um estacionamento de pequeno porte com 2 funcionários:

Custos Fixos

  • Salários, encargos: R$ 3.500,00
  • Água, Luz, telefone e acesso à internet: R$ 450,00
  • Impostos 6% da Receita: R$ 900,00
  • Contador: R$ 950,00
  • Higiene, manutenção: R$ 300,00
  • Aluguel/segurança: R$ 2.500,00
  • Sistema de gestão: R$100,00
  • Total: R$ 8.650,00
 

Burocracias e normas para abrir um estacionamento

Essa etapa pode levar muitos a loucura, são detalhes e informações muito específicas, o que acaba dificultando a vida de muitos empreendedores.

Porém, para te ajudar a entender mais sobre o assunto, vamos compartilhar um material muito interessante e completo do Sebrae.

 

Checklist de burocracias para abrir um estacionamento

Além disso, temos que lembrar às necessidades de atender certas normas que fazem parte da legislação que protege o consumidor e legalizam o serviço prestado pelos estacionamentos.

Principalmente, contratando um profissional especializado para legalizar a empresa nos seguintes órgãos.

Acesse o site do Sebrae para mais informações do checklist, clicando aqui.

 

Administração e funcionários

A administração do seu estacionamento pode ser feita por você mesmo, algum funcionário ou existe a possibilidade de contratar uma empresa para gerir o seu negócio.

No quesito tempo pessoal investido no seu negócio, certamente as duas primeiras possibilidades vão demandar muito mais dedicação da sua parte.

Além disso, mais gastos mensais com funcionários, e principalmente, responsabilidades trabalhistas, avarias e todos os problemas envolvendo a operação.

 

Terceirização da administração

Ao escolher terceirizar seu negócio, você delega diversas funções e garante soluções inteligentes para o seu negócio.

Ainda mais, garante uma padronização dos processos e garantia de alta qualidade no atendimento, passando menos tempo em função do seu trabalho.

No entanto, essa escolha deve ser feita de forma segura, para garantir o sucesso da parceria, pois pode haver redução de lucro no caso de terceirização.

Surpreendentemente, nós, da Jump Park, escrevemos um texto completo sobre como administrar a operação de estacionamento. Confira aqui!

 

 

Estrutura e equipamentos para abrir um estacionamento

Ao abrir um estacionamento, anteriormente, podíamos dizer que você ia precisar no local de um escritório com computadores com impressoras para emitir notas fiscais e para alimentar planilhas.

Assim como outro computador com impressora matricial e uma pistola de leitor de código de barra para dar entrada e saída nos veículos.

Portanto, atualmente, as tecnologias nos permitem ter menos equipamentos.

 Por exemplo, não é necessário um escritório local se você pode gerenciar a distância com sistemas na nuvem.

Confira as vantagens em nosso outro texto, clicando aqui.

 

Então os itens mínimos para abrir um estacionamento e iniciar o atendimento dos clientes são:

  • Equipamento PDV com chip de internet;
  • Mesa;
  • Cadeira para operador;
  • Câmera para visualizar a distância;
  • Internet Wi-Fi;
  • Sinalizador sonoro de saída de veículo
 

E não precisa de um computador com nobreak, etc, se você pode gerenciar tudo com um PDV como o da Cielo Lio.

Mais informações sobre PDV ou POS, clique aqui.

E afim de, agregar valor ao seu serviço de estacionamento, consideramos estes itens:
 
  • Banheiro com privada e pia;
  • Geladeira para venda de refrigerantes e água;
  • No mínimo 02 cadeiras para os clientes;
  • Alguma área coberta
 

BÔNUS: 3 Dicas para abrir um estacionamento

 

Planejamento

Certamente estudar a localização pode te render uma empreitada de sucesso. 

Entretanto, não pensar no longo prazo e errar na mão de obra e no sistema de gestão podem tornar seu crescimento medíocre.

 

Sistemas de gestão em PDV

Ao abrir um estacionamento, você precisa ter menos custos e, inegavelmente, o POS ou PDV(Ponto de venda) móvel é a melhor escolha.

A diferença de custo inicial pode girar em torno de 70% e os sistemas de gestão de estacionamento são mais modenros do que aqueles desenvolvidos no computador.

Além da redução de custo, a mobilidade no atendimento garantem melhor prestação de qualidade. 

Também, agiliza os processo e tempo de atendimento é algo que os clientes de estacionamento valorizam.

Desta forma, estacionamentos que aderiram essas inovações otimizaram processos e geraram resultados reais, construindo verdadeiros diferenciais de mercado.

 

Transparência

A disposição das informações de forma clara e evidente é importante para prevenir mal entendido com o cliente.

Os preços devem estar bem visíveis, número de vagas, se há existência de manobristas, período de tolerância e se possui seguro.

Evidencie o horário de funcionamento do estacionamento, ainda mais quando, eventualmente esquecem o veículo fora do horário de fechamento e ficam irritados.

Sendo assim, influencia diretamente na percepção de qualidade de prestação de serviço.

Em caso de utilização de cartões Qr Code reutilizáveis, aproveite o espaço do cartão para repetir as informações e esclarecer o mais detalhado possível como é a prestação de serviço.