Saiba como chegar no Rock in Rio 2017

Esquema especial foi montado pela Prefeitura para que os espectadores do Rock in Rio não tenham problemas para chegar ou sair do evento

Dicas de como chegar no Rock in Rio 2017

Se você está entre os milhares de pessoas que vão no Rock in Rio 2017, fique ligado nas dicas que a Jump Park preparou para não haver surpresas na hora de ir e também para voltar do evento! O evento ocorre de 15 a 17 de setembro e de 21 a 24 de setembro, na Cidade do Rock. Será montado um esquema especial de trânsito, ordenamento urbano e patrulhamento nos dias do evento.

A Prefeitura do Rio de Janeiro divulgou imagens para ajudar no entendimento de quais vias serão fechadas e em quais horários. Dê uma olhada:

Das 11h às 5h todos os dias de evento (15 a 17 e 21 a 24 de setembro)

Horário especial no Rock in Rio de dia

Das 23h50 às 5h todos os dias de evento (15 a 17 e 21 a 24 de setembro)

Horário especial no Rock in Rio de noite

Para melhor entendimento do mapa, as vias que serão interditadas nos dias do evento são:
  • Av. Salvador Allende, no trecho entre a Av. das Américas e a Av. dos Bandeirantes, em ambos os sentidos
  • Av. Olof Palm, em ambos os sentidos, no trecho compreendido entre a Estrada dos Bandeirantes e a Av. Salvador Allende
  • Av. Abraão Jabour, em ambos os sentidos, no trecho compreendido entre a Av. Olof Palme e a Av. Salvador Allende
  • Rua Pedro Calmon, em ambos os sentidos, no trecho compreendido entre a Av. Abraão Jabour e a Av. Salvador Allende
  • Av. Embaixador Abelardo Bueno, em ambos os sentidos, no trecho compreendido entre a Av. Salvador Allende e a Av. Ayrton Senna
  • Via Inominada, em ambos os sentidos, no trecho compreendido entre a Av. Abraão Jabour e a Estrada dos Bandeirantes
  • Rua Carlos Zara (entorno do Shopping Metropolitano)
  • Rua Adalgisa Colombo (entorno do Shopping Metropolitano)
  • Rua José Wilker (entorno do Shopping Metropolitano)
  • Rua Paulo Goulart (entorno do Shopping Metropolitano)
  • Estrada Arroio Pavuna, entre Estrada dos Bandeirantes e Avenida Abelardo Bueno
  • Estrada Cel Pedro Corrêa, entre Estrada dos Bandeirantes e Avenida Abelardo Bueno

Utilize o transporte público para ir

Nosso conselho para chegar ao evento é: utilize o transporte público! Você irá poupar tempo e aborrecimento, já vá pensando nas suas músicas preferidas. De qualquer forma nós preparamos algumas dicas valiosas sobre a mobilidade até o evento, leia com atenção:

1) A melhor opção é utilizar o transporte público (BRT e metrô, utilizando o Riocard), já que o entorno do evento terá interdições. Para utilizar metrô, o público terá que desembarcar na estação Jardim Oceânico que será a única aberta 24 horas para embarque – quem sair da Cidade do Rock de madrugada e embarcar no Jardim Oceânico poderá sair em qualquer estação. A integração entre metrô e BRT custa R$ 7 e para saber mais informações o G1 nos ajudou, saiba clicando aqui.

2) O festival oferece também um transporte Primeira Classe. Com 17 pontos espalhados por Rio, Petrópolis e Niterói são a opção mais confortável para o trajeto. Entenda tudo sobre o serviço clicando aqui.

3) Táxis, vans e carros particulares (incluindo serviços como Uber e Cabify) não credenciados não poderão circular nas áreas bloqueadas.

4) Haverá um ponto de táxis próximo ao Parque Olímpico, que funcionará apenas para o embarque de passageiros após o encerramento de cada noite do festival. Os amarelinhos regulamentados pela prefeitura entrarão a partir das 23h na Avenida Salvador Allende, de onde devem partir. A prefeitura recomenda, no entanto, que ninguém vá de táxi para o local.

Se for de carro, fique atento!

Segundo o Blog, Diário do RIO, a Secretaria de Ordem Pública (Seop) atuará com reboques baseados em pontos estratégicos e circulando na área de abrangência do evento com a finalidade de reprimir o estacionamento irregular e garantir a fluidez do tráfego. Os veículos estacionados irregularmente serão removidos para os depósitos públicos municipais. Além disso, 15 reboques (leves e pesados) da CET-Rio serão posicionados para desobstrução das vias em caso de quebra de algum ônibus ou outro veículo.


Fontes: G1 , Prefeitura do Rio de Janeiro e Diário do RIO

Gostou do que leu? Não esqueça de compartilhar!